Meu, seu, nosso

Sonia Racy

03 de março de 2013 | 01h04

O mau estado de conservação de inúmeros edifícios públicos de Brasília chamou a atenção do Tribunal de Contas do Distrito Federal.

Piores cenários? Teatro Nacional – com direito a rachaduras e infiltração no telhado – e Museu da República.

Nosso 2

Auditoria do TC-DF concluiu que “o Tesouro Distrital é onerado, pois o gestor só cuida de reparar o bem depois de deteriorado, gastando mais do que se tivesse realizado adequadamente sua manutenção”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: