Met Opera em Sampa

Sonia Racy

10 de março de 2010 | 08h38

Essa, Lula pode dizer com certeza. Pela primeira vez na história, o conselho do Metropolitan Opera vai se reunir… no Brasil. Mais precisamente em São Paulo, a convite e insistência dos casais Bete e Marcos Arbaitman mais Bia e Pepe Esteves, conselheiros da casa em Nova York.

O encontro acontece em abril e contará com uma apresentação seleta, para 92 pessoas, do paraense Atalla Ayan, de 22 anos. O talentoso moço, com apoio financeiro de admiradores daqui, mostra parte do resultado da bolsa que conseguiu na Julliard School em NY.

O total, mesmo, ele apresenta na sua estreia no Metropolitan em maio. James Levine, diretor da casa e da Orquestra de Boston, aliás, não tem dúvidas: o brasileiro tem chance de ser o próximo Plácido Domingo.

Tendências: