Mercado paralelo

Direto da Fonte

15 de fevereiro de 2015 | 15h43

Tem comércio ilegal nas vielas dos circuitos do carnaval de Salvador. E não é droga ou abadá, mas… cerveja. Patrocinados pela Nova Schin, da Brasil Kirin, alguns comerciantes vendem latinhas – muito procuradas, aliás – da concorrente Skol, da AmBev.

Apesar da rígida fiscalização.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.