Mercado financeiro londrino ganha fundo feminista

Sonia Racy

22 Maio 2018 | 00h45

Não é que apareceu no mercado financeiro londrino um fundo feminista? O “Girl Fund”, segundo o Financial Times, vai orientar seus investimentos prioritariamente para empresas que pratiquem a…. diversidade.

Por trás da iniciativa está, é claro, uma mulher. Dame Helena Morrissey controla o grupo L &G Investment Management e destinou, para começar, ‎50 milhões de libras à GF.

Leia mais notas da coluna:

+ ‘Alunos dos EUA estão liderando protestos civis’, diz especialista de educação de Harvard

Só nesta semana, outros dois casos de reações a assalto terminam com morte dos PMs