Mercado especula sobre quem seria ministro da Fazenda de Haddad

Sonia Racy

27 Setembro 2018 | 01h00

FERNANDO HADDAD

FERNANDO HADDAD. FOTO: PAULO GIANDALIA/ESTADÃO

Haddad tem dito que o perfil de seu ministro da Fazenda, caso vença o pleito eleitoral, será parecido com o dele próprio. Essa colocação vem gerando especulações pelo mercado financeiro, levantando diversas possibilidades.

Uma delas aponta para o nome de Marcos Lisboa, que trabalhou no governo Lula mas que, repetidamente, tem negado qualquer intenção de ocupar cargo em Brasília. Outra, para o próprio Henrique Meirelles – que apoiaria o ex-prefeito no segundo turno das eleições.

O fato é que Haddad, segundo conhecido empresário, certamente convidará um economista “liberal” para o cargo. Justificativa? “Dilma escolheu Joaquim Levy com intenção de segurar a grave crise econômica. Não durou muito – mas, com a opção, garantiu bom tempo de lua de mel com os mercados. Por que Hadad haveria de fazer diferente?”

Leia mais notas na coluna:
Na contramão da crise, arrecadação do município já cresceu 10% no ano
Bruno Covas anuncia apoio a Covas Neto, do Podemos, para o Senado