Mercado em alta

Sonia Racy

16 de maio de 2011 | 17h21

São Paulo consolida-se, a cada ano, como o principal mercado de arte da América Latina. Foi um sucesso a SP-Arte, com presença de representantes de museus do mundo inteiro, curadores internacionais, compradores da Tate Modern, da Sotheby’s etc.

Fator novo: entrada do Fundo de Arte BGA-Plural comprando firme por meio de Heitor Reis.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.