Menos é mais

Sonia Racy

16 Fevereiro 2013 | 01h06

O PT quer evitar que a festa de comemoração de seus dez anos no governo – dia 20, em SP – se transforme em ato de desagravo a condenados pelo mensalão. Orientada por Lula, a cúpula petista pediu discrição e discursos amenos no evento – que terá presença de Dilma.

A avaliação do ex-presidente é que as homenagens a José Dirceu, Delúbio Soares, José Genoino e João Paulo Cunha não estão pegando bem na opinião pública.