Menos 50%

Sonia Racy

03 de julho de 2012 | 01h10

A desaceleração da economia é visível. No começo do ano, o Estado de São Paulo trabalhava com um aumento real de arrecadação de 4%. Ontem, Andrea Calabi, secretário da Fazenda, recebeu as contas e ficou preocupado: ICMS de junho subiu 6,9%. Descontada a inflação de 5%, temos um crescimento real de somente 1,9%, na comparação com junho do ano passado.

No semestre? Coincidentemente, o mesmo número: fechou com ICMS 6,9% maior.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.