Memorial do chumbo

Redação

05 de maio de 2009 | 06h00

Vão para Belo Horizonte cerca de 64.000 processos guardados no Ministério da Justiça, relativos a perseguições e maus tratos durante a ditadura. Para compor o futuro Memorial da Anistia Política, a ser montado num prédio que, nos anos de chumbo, foi da UFMG.

O mesmo onde estudou, antes de sair para a militância, Dilma Rousseff.

Veja também:
mais imagensVirada Cultural agita centro de São Paulo com diversas atrações
documentoOutras notas no blog da coluna Direto da Fonte

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.