Memória dura

Sonia Racy

20 de março de 2010 | 06h11

Ibiúna, no interior paulista, inaugura hoje monumento ao Congresso da UNE ali realizado em 1968 – que terminou com 720 estudantes presos.

Além de um painel pelos 23 jovens mortos pela ditadura, há outro com a lista dos detidos – entre os quais José Dirceu e Franklin Martins.

Tendências: