Memória afetiva

Memória afetiva

Sonia Racy

23 de fevereiro de 2014 | 01h10

Foto: Iara Morselli/Estadão

Paula Senna, sobrinha de Ayrton (cuja morte completa 20 anos em 1º de maio), vai representar o Instituto Ayrton Senna no 3º Gala BrazilFoundation Miami – dia 15 de março, no Pérez Art Museum. Há três anos no conselho consultivo da entidade, a antropóloga e artista plástica está lisonjeada de poder divulgar o trabalho da mãe, Viviane. E vê com bons olhos a viagem a Miami. “Além do reconhecimento de tudo que já fizemos, é uma maneira de manter vivo o legado do Ayrton de forma muito significativa. Principalmente porque, na ocasião, conseguiremos divulgar nosso trabalho fora do Brasil”, explica. E não faltarão homenagens ao piloto tricampeão do mundo – para relembrar as duas décadas de ausência. Além de exposições e eventos, Senna será tema da escola de samba carioca Unidos da Tijuca.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.