Memória

Sonia Racy

09 de dezembro de 2015 | 01h15

Um dos nomes mais importantes da arte contemporânea brasileira, Leonilson, será tema de encontro, hoje, no MAM. Motivo? A produção do catálogo raisonné do artista, a ser capitaneada pela Base 7 com patrocínio da Fundação Edson Queiroz.

Cerca de 3 mil obras com imagem e dados básicos – título, data, técnica e dimensões – irão compor a publicação.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.