Melhores momentos do leilão em prol da ONG BrazilFoundation

Melhores momentos do leilão em prol da ONG BrazilFoundation

Sonia Racy

01 Dezembro 2017 | 01h10

Ingrid Guimarães e Bruno Astuto. Foto: Luciana Prezia

Um divertido leilão comandado por Ingrid Guimarães e Bruno Astuto marcou a noite de gala da BrazilFoundation, anteontem, na Casa Fasano. Que, ao final, arrecadou R$ 1 milhão para a ONG – e será destinado aos mais de 100 projetos apoiados pela instituição.

Enquanto os convidados apreciavam o menu servido pelo Buffet Fasano, que incluiu vinhos cedidos por Philippe Rothschild, os leiloeiros vendiam os lotes com apelos criativos. O primeiro lance foi uma experiência de luxo na Amazônia, em um dos exclusivos bangalôs do Mirante do Gavião Amazon Lodge. Lance mínimo? R$ 12,600. Saiu por R$ 16 mil para a modelo “mezzo brasileira” Alice Dellal. “Os selfies dela nadando com os botos do Rio Negro vão ficar lindos”, brincou Astuto – ao que Ingrid acrescentou que “hoje ninguém viaja para viajar. Viaja para postar”.

O segundo lote da noite era uma gravação de correio de voz do ator Hugh Jackman junto com uma guitarra assinada pela artista pop Mariah Carey – e que foi doada por Maythe Birman. Quem levou foi Edemir Pinto, por R$ 21 mil. Na sequência, André Laport, ex Goldman Sachs, arrematou, por R$ 40 mil, o retrato de Anna Piaggi’s feito por Jean-Charles de Castelbajac. A falecida editora da Vogue Itália era a melhor amiga do estilista francês, que estava presente e fez um discurso emocionado. Com direito a recado no telão, o lance com a prancha de Gabriel Medina – que está no Havaí treinando – e um macacão de Felipe Massa, itens considerados ‘priceless’ pelos organizadores, saiu por 40 mil e teve piadinha de Ingrid com os banqueiros que estavam presentes. “Trabalhar em banco é estressante, vamos surfar para relaxar”, provocou a atriz.

No fim do leilão, Bruno anunciou mais três lotes que não estavam na programação. Primeiro, uma visita ao ateliê de Julio Le Parc em Paris mais um livro assinado pelo artista – cedido por Renata Paula – e arrematado por Fernanda Vidigal por R$ 18 mil. Depois, uma camisa autografada pelo zagueiro Pablo do Corinthians, que Darci de Araújo levou por R$ 12 mil. E, para encerrar, uma partida de tênis com Fernando Meligeni, arrematada por R$ 26 mil. /SOFIA PATSCH