Meirelles defende plano de segurança nas fronteiras em Rio Branco

Sonia Racy

22 Junho 2018 | 00h55

HENRIQUE MEIRELLES

HENRIQUE MEIRELLES. FOTO: WILTON JUNIOR/ESTADÃO

Ao tomar conhecimento ontem, durante reunião do MDB em Rio Branco, de que o tráfico chegou a montar barraca na cidade de Cruzeiro do Sul para “alistar” jovens sem ser perturbado pela polícia, Henrique Meirelles defendeu seu plano de segurança nas fronteiras.

Dominado politicamente pelo PT e por Marina, o Acre é hoje foco de guerra de facções e rota da cocaína vinda do Peru. Não há como fazer campanha na região do Rio Juruá, porque os traficantes proíbem. Em bairros de Rio Branco, a mesma coisa.

Leia mais notas da coluna:

Rubens Barbosa alerta para dois fatos do recuo de Trump

Cármen Lúcia não vai se aposentar ao sair da presidência do STF