Meirelles defende plano de segurança nas fronteiras em Rio Branco

Sonia Racy

22 de junho de 2018 | 00h55

HENRIQUE MEIRELLES

HENRIQUE MEIRELLES. FOTO: WILTON JUNIOR/ESTADÃO

Ao tomar conhecimento ontem, durante reunião do MDB em Rio Branco, de que o tráfico chegou a montar barraca na cidade de Cruzeiro do Sul para “alistar” jovens sem ser perturbado pela polícia, Henrique Meirelles defendeu seu plano de segurança nas fronteiras.

Dominado politicamente pelo PT e por Marina, o Acre é hoje foco de guerra de facções e rota da cocaína vinda do Peru. Não há como fazer campanha na região do Rio Juruá, porque os traficantes proíbem. Em bairros de Rio Branco, a mesma coisa.

Leia mais notas da coluna:

Rubens Barbosa alerta para dois fatos do recuo de Trump

Cármen Lúcia não vai se aposentar ao sair da presidência do STF

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: