Meirelles decide candidatura até março ou abril

Meirelles decide candidatura até março ou abril

Sonia Racy

16 Dezembro 2017 | 01h20


HENRIQUE MEIRELLES. FOTO ESTADÃO.COM

Henrique Meirelles estabeleceu, esta semana, publicamente, um prazo para decidir sobre sua candidatura à Presidência da República: março ou no começo de abril do próximo ano.

O ministro deixou claro, inclusive, que a agenda econômica seria mantida.

Na saída, transição não
preocupa empresários…

Entretanto, a vida não é tão fácil. Conversando ontem com integrantes da iniciativa privada, esta coluna apurou que não há nervosismo quanto à transição na Fazenda – desde que o substituto seja alguém da equipe dele ou o  ministro Dyogo Oliveira, do Planejamento.

E contam com a reforma da Previdência já devidamente aprovada em fevereiro.
…mas ideia de sair muito 
cedo não os entusiasma

Ainda assim, nem banqueiros nem empresários gostam da ideia de Meirelles deixar o cargo oito meses antes do fim do mandato de Temer.

Questionam as chances de o pré-candidato se tornar um player minimamente importante em 2018. E acham que sua opção vai fragmentar ainda mais a disputa por eleitores de centro. Para felicidade dos que votam na esquerda (Lula ou outro) e na direita (Jair Bolsonaro).

A unanimidade, mesmo, é que Meirelles, “guardião das coisas certas do governo Temer”, é um excelente formador de equipes.