MBL faz nova investida contra Alesp e pede suspensão de pagamento

MBL faz nova investida contra Alesp e pede suspensão de pagamento

Sonia Racy

14 de fevereiro de 2020 | 19h10

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO – FOTO: SITE ALESP

Em nova investida contra a Assembleia do Estado de São Paulo, o MBL, Movimento Brasil Livre, ingressou com ação popular pedindo a suspensão do pagamento de R$ 360.139,14 à empresa Rental Locação de Bens Móveis LTDA.

A ação do advogado e coordenador do MBL, Rubinho Nunes, tem por base a informação publicada no diário oficial da Assembléia no último dia 07. “Consta que o pagamento refere-se ao período de dezembro/19, após a extinção do contrato, findado em 01/11/19”, explica Nunes.

No mês passado, o advogado entrou com a primeira ação pedindo a suspensão imediata do contrato de R$ 21,1 milhões assinado entre a Assembleia e a Rental. “A empresa pertence à família Favieri, cujos sócios foram réus na operação Lava Jato, e detém contrato antigo com a Alesp”, acrescenta o advogado.

A assessoria de imprensa da Alesp informou que ainda não foi notificada da nova ação.

 

Tendências: