Mata x gravata

Redação

20 de maio de 2009 | 07h15

Ao lado do índio brasileiro Almir Suruí, seminu, o príncipe Charles, em reunião anual do Google, ontem na Inglaterra, confessou publicamente o seu desconforto: “Me senti com roupa demais, talvez se tirasse a gravata…”

Almir, que é de Rondônia, foi contar como sua tribo se aliou à Google Earth para monitorar o desmatamento.

Veja também:
mais imagensFilme Mulher Invisível tem pré estreia no Shopping Iguatemi
mais imagensExposição Fotografias de um Viajante, de Vitor Cruz, tem abertura no Palácio dos Bandeirantes
documentoOutras notas no blog da coluna Direto da Fonte

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.