Martelo batido

Sonia Racy

07 de abril de 2013 | 01h06

A Secretaria Extraordinária de Segurança para Eventos concluiu, sexta-feira, o esquema da Copa das Confederações. Ao todo, 25 mil agentes estarão nas 6 cidades-sede.

Forças Armadas atuarão em caso de atos terroristas e na defesa do espaço aéreo e marítimo. PF e PRF farão segurança e escolta de VIPs da Fifa e chefes de Estado. Já a PM estará em pontos turísticos e nos arredores de estádios. Do lado de dentro, a segurança será privada.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: