Martelo…

Sonia Racy

23 de novembro de 2014 | 01h07

Mulher de 80 anos ganhou, na Justiça, o direito a receber R$ 65 mil de seu plano de saúde por ter tido uma perna amputada após erro de diagnóstico em dois hospitais da rede credenciada.

O processo durou quatro anos, mas ela não viu a cor do dinheiro até hoje.

…batido
Adélia do Patrocínio Sebastião Matos recebeu tratamento para infecção urinária e artrose nos joelhos durante dois meses, mas descobriu que tinha trombose.

Acabou sendo obrigada a amputar a perna numa cirurgia de emergência – pagando do próprio bolso.

Martelo 2
A Justiça determinou, ainda, que o plano forneça o tratamento em home care, negado porque a cirurgia foi feita fora da rede credenciada.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.