Maria, Maria

Sonia Racy

04 de agosto de 2013 | 01h08

Os assassinatos de mulheres estão mais cruéis. É o que mostra pesquisa da Secretaria de Políticas para as Mulheres, a ser lançada amanhã. Maridos, namorados e ex são os responsáveis por agressões (88% dos casos) ou mortes (89%).

Mais: 73% das mulheres, ante 57% dos homens, discordam de que “mulher apanha porque provoca”. Em compensação, 98% sabem ou ouviram falar da Lei Maria da Penha.

A enquete ouviu 1.501 pessoas – com 18 anos ou mais – em cem municípios.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: