Marcio França dá a entender que entrave do Pacaembu foi político

Marcio França dá a entender que entrave do Pacaembu foi político

Sonia Racy

18 de agosto de 2018 | 00h55

CANDIDATOS AO GOVERNO DE SP PARTICIPAM DO DEBATE DA BAND

CANDIDATOS AO GOVERNO DE SP PARTICIPAM DO DEBATE DA BAND. FOTO: NILTON FUKUDA/ESTADÃO

Antes de começar o debate na Band, quinta à noite, Marcio França deu a entender, com todas as letras, que o entrave em torno do Pacaembu foi político. A jornalistas, eximiu Bruno Covas de responsabilidade e culpou seu adversário João Doria. À coluna, Covas disse que isso era prova de que a atitude era eleitoral. Foi França quem tornou pública a disputa pelo terreno, depois que o TCM suspendeu a concessão.

Leia mais notas na coluna:

Caetano Veloso aprova outros candidatos, mas vai votar em Ciro Gomes

Candidatura de Lula tem ‘vida útil’ até início de setembro dias de vida útil

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: