Marcelo Serrado aposta na continuidade do teatro online no pós-pandemia

Marcelo Serrado aposta na continuidade do teatro online no pós-pandemia

Sonia Racy

14 de outubro de 2020 | 00h48

Marcelo Serrado. Foto: Priscila Prade

Acostumado com o calor do público, Marcelo Serrado achou bem difícil fazer o espetáculo Os Vilões de Shakespeare em versão online. Entretanto, vê um lado positivo nessa nova forma de fazer arte. “De agora em diante todo espetáculo vai ter um câmera transmitindo online. A peça poderá chegar no Acre, Maranhão, São Paulo, ou qualquer outro lugar. Podemos hoje ver ópera, teatro ao vivo, de qualquer lugar do mundo. O teatro – que está sobrevivendo “por ‘aparelhos’ do novo normal – não vai morrer, vai sempre se reinventar”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: