Marcelo Amorim e Nino Cais abrem exposição que reflete o corpo masculino

Sonia Racy

Atualizamos nossa política de cookies

Ao utilizar nossos serviços, você aceita a política de monitoramento de cookies.

Marcelo Amorim e Nino Cais. FOTO: Iara Morselli

Marcelo Amorim e Nino Cais abrem exposição conjunta, sábado, no FONTE – espaço independente de arte fundado pela dupla em 2013. Com interlocução e texto da curadora Ana Roman, Poema a Dois e Cartas Queimadas propõem reflexões sobre o corpo masculino e a relação de aproximação e distanciamento entre violência e amor. A mostra ainda conta com a participação da atriz e cineasta Bárbara Paz, que produziu o vídeo Cartas Queimadas – encenado pelos artistas. O filme é inspirado em Canção de Amor, do escritor Jean Genet.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Marcelo Amorim e Nino Cais. FOTO: Iara Morselli

Marcelo Amorim e Nino Cais abrem exposição conjunta, sábado, no FONTE – espaço independente de arte fundado pela dupla em 2013. Com interlocução e texto da curadora Ana Roman, Poema a Dois e Cartas Queimadas propõem reflexões sobre o corpo masculino e a relação de aproximação e distanciamento entre violência e amor. A mostra ainda conta com a participação da atriz e cineasta Bárbara Paz, que produziu o vídeo Cartas Queimadas – encenado pelos artistas. O filme é inspirado em Canção de Amor, do escritor Jean Genet.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Encontrou algum erro? Entre em contato