Mãos à obra

Sonia Racy

20 de maio de 2014 | 01h02

Usando como desenho os exemplos administrativos de MoMa, Lincoln Center e Guggenheim, Beatriz Pimenta Camargo e Heitor Reis entram em processo de reorganização do Masp.

Cada um dos 80 conselheiros que estão sendo escolhidos dará R$ 25 mil por ano ao museu. E, ao assumir a cadeira, espera-se doação individual do novo membro para fortalecer o caixa – algo entre R$ 50 mil e R$ 300 mil.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: