Mandinga

Sonia Racy

23 de julho de 2014 | 01h05

Supersticioso, o senador petista Delcídio Amaral– que concorre ao governo do Mato Grosso do Sul – resolveu adotar o “do” antes de seu sobrenome. Por causa da numerologia.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: