Mais trabalho?

Sonia Racy

17 de fevereiro de 2016 | 01h05

Ricardo Lewandowski não acredita que o fim das doações de empresas às campanhas eleitorais aumente o trabalho das cortes, multiplicando doadores individuais — como alegaram outros integrantes do STF.

“Nosso trabalho cresce é com o aumento do número de partidos”, disse o presidente da corte, anteontem, durante a posse de Mário Devienne Ferraz no TRE paulista.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: