Mais gente 

Sonia Racy

04 de março de 2016 | 01h18

Pelo que se apurou, no termo de delação premiada ainda não homologada Delcídio Amaral não poupa uma dezena de parlamentares – entre senadores e deputados. Especialmente do PT e do PMDB. 
 
O senador e seu advogado não confirmam o que batizaram de “documentos”– não citam a palavra delação. Se o fizerem, podem atrapalhar o processo de homologação.  
 
Que é o que o Planalto mais quer no momento. E não só ele. 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.