Made in Brazil

Made in Brazil

Sonia Racy

22 Setembro 2013 | 01h09

Foto: Iara Morselli/Estadão

Aproveitando o cenário algo ufanista que cerca a Copa do Mundo, Edouard Malbois e Diego Ruzzarin lançam mundialmente, na próxima terça-feira, a Seleção Brasileira de Alimentos. São 13 produtos (não, não se trata de homenagem ao mestre Zagallo) de 11 empresas, grandes e pequenas, que têm a missão de… reinventar o Brasil – entre elas JBS, Seara, Bauducco, Vinícola Aurora, Maricota e Baggio Café. “Passamos quase dois anos desenvolvendo toda a estratégia de negócio”, explica Edouard, CEO da agência francesa de food design Enivrance, responsável pela arquitetura do projeto – da escolha dos alimentos ao conceito do produto final e o design (“cool e clean”) das embalagens. “O Brasil não pode ser líder só em commodities; precisa mostrar sua cara de forma criativa, como marca de bons produtos para o consumidor.” Com apoio da Apex (agência de promoção a exportações), os produtos devem ganhar as gôndolas de Paris, Londres, Colônia, NY, San Francisco, Cidade do México, Tóquio, Xangai, Singapura e Dubai até meados de 2014. Da cachaça à carne seca, passando pelo açaí, barbecue (sim, nada de churrasco), café, pizza (com desenho do calçadão de Copacabana) e pão de queijo (em formato de donnut, recheado com romeu e julieta), a ação aposta em três pilares para elevar o nome do País: inovação, branding e comunicação. “É preciso agregar valor ao produto nacional. Para aumentar seu poder de competir”, conclui Diego, diretor da Enivrance do Brasil. Mas e o carnaval e o samba? “Isso o mundo conhece até demais”, brinca ele. A dupla avisa que já tem pronta mais uma leva de produtos para uma segunda fase do projeto.