Luzes

Sonia Racy

14 de setembro de 2012 | 01h08

Saíram os números de agosto. A receita tributária do Estado de São Paulo cresceu 3%. Um bom número. Entretanto, Andrea Calabi, secretário da Fazenda, não comemora: “Nós fazemos um esforço enorme, e o governo federal tenta bater nossa carteira”.

Do que ele reclama? “Do sistema estapafúrdio da gestão do sistema elétrico, que fez com que a Cesp perdesse R$ 2 bilhões em valor.”

Luzes 2
Por outro lado, conhecido distribuidor de energia era só elogios, ontem, às medidas de Dilma. “Ela vai reduzir o preço das geradoras de R$ 95 para R$ 35 por mw/hora.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.