Luzão educacional

Sonia Racy

31 de março de 2011 | 23h07

Heliópolis será premiada. Ganha sua primeira universidade, uma aliança entre a comunidade local, empresas e uma estrutura pedagógica preestabelecida pelo Grupo Anima de Educação. Custo? Nada menos que R$ 10 milhões, com direito a projeto de Ruy Ohtake.

Coordenado pelo Mattos Muriel Kestener Advogados, e liderado por Carlos F. Bühler, terá início no segundo semestre.

Tudo certo, a ideia é de o modelo ser replicado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.