Luz própria

Sonia Racy

16 Junho 2011 | 23h11

Em tempos de chuvas e trovoadas, a Eletropaulo sai na frente. Fechou acordo com Tereza Campello, ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, com intuito de dividir o resultado em um futuro cadastro de dados, mapeando potenciais clientes merecedores de tarifa social.
A ex-estatal fará o levantamento de olho na lei. Para conceder o benefício da tarifa mais baixa, a empresa precisará registrar o consumidor no Cadastro Único do governo federal. E Campelo, com a lista em mãos, vai procurar reverter os baixos índices de inscrições paulistas em programas sociais federais.
Para tentar expandir o acordo, a ministra tem audiência hoje, em Brasília, com representantes da Aneel e da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica.