Lula pede reajuste estratégico

Redação

11 de setembro de 2008 | 16h39

Lula pediu, por prudência, a retirada de dois itens contidos no Plano de Estratégia Nacional de Defesa durante reunião, terça-feira, no Planalto. Nelson Jobim fez a apresentação do projeto para José Alencar e os ministros Dilma Roussef e Mangabeira Unger. Lula já conhecia o texto.

O primeiro: limite mínimo de 2,5% do PIB para investimentos na Defesa. O segundo: a tabela remuneratória. Somados, os dois itens chegariam a gastos de R$ 30 bilhões já de cara. Lula pediu que ambos os itens fossem refeitos e então reapresentados para discussão em reunião do Conselho de Defesa Nacional.

O presidente deixou claro que não se trata de cortar investimentos do ministério, só não quer o engessamento de mais essa fatia do Orçamento.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.