Lula convoca pré-candidatos a prefeito de SP para reunião

Sonia Racy

24 de janeiro de 2020 | 15h57

LULA. FOTO: DOUGLAS MAGNO/AFP

LULA. FOTO: DOUGLAS MAGNO/AFP

Lula vai reunir, na próxima terça-feira (28), os seis pre-candidatos do PT a prefeito de São Paulo no Instituto Lula, em nova tentativa de encontrar uma solução para a eleição na capital, considerada estratégica para o partido.

Ninguém conseguiu convencer, até aqui, Fernando Haddad a encarar a disputa municipal. Ele é o nome de consenso na legenda, preferencial de Lula e estará na reunião – ao lado da presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, do presidente estadual, Luiz Marinho, e do municipal, Laércio Ribeiro.

Os seis nomes colocados, até agora, para a disputa são os deputados federais Alexandre Padilha, Carlos Zarattini e Paulo Teixeira, o vereador Eduardo Suplicy, o ex-deputado Jilmar Tatto e o ex-vereador Nabil Bonduki.

O próprio Lula, porém, tem falado na possibilidade de surgir um nome da sociedade civil, fora da política, para disputar a prefeitura de SP.

O ex-presidente defende o consenso e tem pedido aos petistas “maturidade” para evitar as prévias. A escolha do candidato petista está marcada para o dia 15 de março.

MANIFESTO

Padilha divulga, nesta sexta-feira (24), um manifesto com o título “Só muda São Paulo quem tem lado, ousadia e coragem”. Exalta feitos das gestões de Erundina, Marta Suplicy e Haddad em SP. Na carta, Padilha critica o atual prefeito, Bruno Covas (PSDB), e menciona o slogan “BolsoDoria”, do segundo turno das eleições do ano passado.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: