Lula ainda não bateu o martelo sobre presidir o PT

Sonia Racy

07 Março 2017 | 22h16

 
 
Tendo como pano de fundo as incertezas em torno do depoimento de Marcelo Odebrecht sobre Lula, a corrente petista Construindo Um Novo Brasil — a maior do partido — se reúne nesta quarta feira em Brasília.
 
Assunto? Discutir se o ex-presidente deve aceitar, ou não, ser candidato à presidência do partido.
 
Na tarde desta terça-feira, o senador Lindbergh Farias — que conversou com o ex-presidente e também está interessado no cargo —  disse ter ouvido dele que ainda não não bateu o martelo a respeito de comandar o partido.
 
Lindbergh admite retirar a candidatura se Lula aceitar o posto.