Longe do fim

Sonia Racy

22 de setembro de 2011 | 10h10

O desejo dos Gradin de que pudessem completar a venda de suas ações da Odbinv, controladora do Grupo Odebrecht, ainda este ano, ficou mais longe… É que o Tribunal de Justiça da Bahia reconheceu, anteontem, que a via judicial é uma das possibilidades para a resolução da disputa e devolveu o assunto para a juíza Maria de Lourdes Oliveira de Araujo.

Se ela continuar insistindo na arbitragem, os recursos vão se renovar.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: