Linha do linho

Sonia Racy

01 de maio de 2016 | 00h10

Chris Guimarães, que já foi dona de marca de bolsas carioca, criou agora a sua Linho 1. E acertou parceria com Ana Joma Fasano (à direita) para representá-la em São Paulo. A marca produz linha de roupa de cama e mesa. Cada peça é tinturada e tratada artesanalmente – e, portanto, única. Por que linho? “ É matéria-prima atemporal, trata-se do primeiro tecido de que se tem notícia na história”, explica Chris, ressaltando que é fresco, durável e extremamente confortável! “Como a fibra é natural, ele aceita muito bem o tingimento, dando às peças uma cara única” ressalta. O consumidor brasileiro gosta de linho? “Não sei se tem este hábito, mas, se não tem, vai ter!”, diverte-se. O produto estará sendo exposto de 4 a 7 próximos, na Pade-d, especializada em roupas de ballet. “Eles cederam o espaço para que a gente mostre a que veio”, avisa Chris. Voltar a ter loja própria? “Por enquanto, não. Quero trabalhar por encomenda e, talvez, ter um ateliê mais para a frente.”