Lição da hora

Sonia Racy

09 de outubro de 2013 | 01h10

Sob a batuta de Lula, Guido Mantega fez anteontem, no Hotel Mercure, em SP, longa exposição para cerca de 20 pessoas convidadas pelo ex-presidente. Haddad presente.

O ministro foi mais realista do que vem se mostrando publicamente. Enfatizou, entre outras, o aprimoramento de concessões para se investir necessários R$ 600 bilhões em infraestrutura – por meio de bancos privados e públicos, no prazo de 15 anos.

Calcula que, para cada real aplicado nos projetos, o crescimento na economia seria de R$ 3.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.