Libera, vai

Sonia Racy

24 de março de 2012 | 01h11

Rubens Rewald, da Associação Paulista de Cineastas, está juntando diretores como Toni Venturi para tentar descontingenciar R$ 6,5 milhões presos na Secretaria Municipal de Cultura. A verba foi congelada no começo do ano.

A Secretaria informa que, a partir da arrecadação, as verbas serão liberadas. E nega que isto esteja afetando a execução do Programa de Fomento ao Cinema – aberto a inscrições até o final do mês.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: