Levantamento aponta que área alagada do Pantanal diminuiu 29% desde 1988

Levantamento aponta que área alagada do Pantanal diminuiu 29% desde 1988

Sonia Racy

01 de outubro de 2021 | 00h43

Parque Encontro das Águas. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Levantamento feito pelo MapBiomas, divulgado esta semana, comparando o Pantanal de 1988 com o de 2018, mostra que a maior planície úmida do mundo, que passa por uma das suas piores queimadas, está… secando. A área coberta por água e campos alagados encolheu 29%.

Na opinião de Felipe Dias, da SOS Pantanal – que, entre outras coisas, treina brigadas de combate a incêndios – só a criação de políticas públicas pode evitar o aprofundamento do problema. Uma delas seria a construção de reservatórios para armazenar água a ser usada em períodos de seca.

O governador do MT, em parceria com produtores rurais da região, segundo Dias, montou um projeto experimental na rodovia Transpantaneira – que poderá ser replicado por governos. “Dois projetos privados já foram feitos com sucesso e este será público. Construíram um reservatório e agora testam sua eficiência”, explica.

 Casa nova? 

Cotado para ser vice de Rodrigo Garcia, candidato tucano ao governo do Estado, o prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando, está em conversas para trocar de partido. Sairia do PSDB para o MDB do prefeito Ricardo Nunes e  Temer.

Nunes esteve ontem com Morando, em ato que batizou a Fábrica de Cultura com o nome Bruno Covas, no ABC. Tomás Covas também foi ao evento. O espaço tem um simbolismo extra para os tucanos, já que foi projetado para homenagear o movimento sindical brasileiro com o nome de Museu Lula

Filho é teu 

O Conselho Superior do Ministério Público de São Paulo arquivou na terça-feira um pedido de inquérito civil feito pela deputada Isa Penna para apurar a negligência do governo do Estado e da Prefeitura na preservação das instalações e acervo da Cinemateca Brasileira.

A ação se deu após o incêndio que atingiu, em julho, o galpão da instituição – que é administrada pelo governo federal.

 Eu voltei 

O MASP vai utilizar seu auditório para uma atividade presencial pela primeira vez desde março do ano passado, quando começaram as restrições da pandemia. Faz mais uma edição do projeto Osesp MASP, dia 6.

 Tipo exportação  

Maxwell Alexandre, artista criado na Rocinha, no Rio, foi o vencedor do prêmio “Artista do Ano”, concedido pelo Deutsche Bank. As obras que renderam o reconhecimento serão expostas no renomado Museu PalaisPopulaire, em Berlim.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.