Sonho meu

Redação

19 de agosto de 2009 | 07h27

Exportadores estão lambendo as feridas da derrota no STF em relação ao ressarcimento do crédito de IPI nas vendas externas. Mas, segundo Roberto Giannnetti, da Fiesp, eles não vão desistir.

Contam agora com Lula, que tem nas mãos uma MP, já aprovada no Congresso, autorizando o ressarcimento. Giannetti acredita que o presidente vai se decidir por algo salomônico, que agrade ao Congresso, a exportadores e à Receita.

Algo que defina a data da vigência do crédito entre 1990, quando ele acabou, e 2002 – quando os exportadores acham que deveria ter acabado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.