Petropolêmica 2

Redação

02 de setembro de 2009 | 07h43

E mais. Levy não acredita que, com a partilha, o governo vá ter mais controle sobre produção e preços, como na Arábia Saudita ou Venezuela. “Nesses países, o custo de extração é muito baixo. Aqui, o custo é altíssimo. E se você for brincar de abrir e fechar a torneira, vai virar uma bola de neve gigante de dívidas.”

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.