Jeito enviesado

Redação

22 de outubro de 2009 | 10h28

Um paulistano recebeu, dias atrás, estranho telefonema de alguém que se dizia do INSS. Procurava por seu pai, aposentado, dizendo que ele tinha direito a um “adiantamento salarial”.

O cidadão esticou a conversa e contaram que o que se oferecia era um empréstimo. Por fim, pressionada, a atendente esclareceu: trabalhava para a BB Financeira…

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: