Ecos tardios 2

Redação

05 de novembro de 2009 | 07h25

A partir de documentos do Itamaraty, Itagiba também estuda a nebulosa passagem pelo Brasil de Franz Stangl, responsável pelo campo de concentração de Treblinka, na Polônia.

Há suspeitas de que o carrasco, que viveu 16 anos por aqui, tenha mantido contato e doutrinado grupos nazistas brasileiros.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.