Dois amores 2

Redação

03 de novembro de 2009 | 08h01

A compra deixa no ar uma questão intrigante. A IBM produz hoje tecnologia para caças e até mísseis dos EUA. O governo americano proíbe a venda de material sensível para outros países. E a Dassault prometeu, se o Rafale for o escolhido pelo Brasil, transferir a tecnologia “de forma ilimitada”.

Falta saber como americanos e franceses definirão as cláusulas secretas da nova compra, sem mexer no acerto entre Lula e Sarkozy.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: