Direto ao ponto

Redação

09 de setembro de 2009 | 07h36

Guillermo Zuñiga, ministro da Fazenda da Costa Rica, acaba de enriquecer o debate da economia mundial com nova teoria: a de que o mundo está vivendo… um problema caligráfico.

Foi numa reunião da Fundação Iberoamericana, em Madri, onde detalhou sua dramática conclusão. Para uns o cenário é um V – que simboliza queda e recuperação rápida. Para outros, um L, queda e estabilização lá embaixo. Nouriel Roubini acrescentou ao debate um W, em que a economia cai, sobe, cai de novo e sobe.

Ao ouvir, atento, a explicação, o brasileiro Wilson Brumer, irônico, acrescentou a letra… G: começa com um desaquecimento, seguido de pequena ascensão e se estabilizando em nível algo, assim, inferior.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.