Casa com escala

Redação

18 de agosto de 2009 | 07h40

Marcio Fortes, das Cidades, gostou da ideia e já estuda como executá-la.

Lair Krahenbuhl, agora vice-presidente do Fórum Nacional de Secretários da Habitação, propôs que se passe de 20 para 50 o mínimo de casas financiadas pelo Minha Casa, Minha Vida em cidades de até 20 mil habitantes.

O limite atual, segundo Krahenbuhl, não permite economia de escala – e assim não atrai as construtoras. Ele sugere, também, passar de 50 para 100 casas nas cidades maiores.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.