Bola dentro

Redação

04 de agosto de 2009 | 07h28

Depois de as editoras quase saírem no tapa, quem levou foi a Ediouro. Comprou os direitos de Cautiva – livro no qual Clara Rojas descreve o período em que foi refém das FARC, ao lado de Ingrid Betancourt.

A ser lançado na Bienal do Livro carioca, em setembro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.