Aeropolítica

Redação

15 de agosto de 2009 | 12h06

Nelson Jobim ressuscitou, quinta, o famoso “pede pra sair” – e desta vez para um amigo… Foi na posse de seu ex-chefe de gabinete, Murilo Barboza, como presidente da Infraero. “Ele sabe que se não atender às metas e resultados, sairá.” Depois, amaciou: “Tenho certeza de que saberá cumprir.”

E o novo presidente mostrou que está pronto para o cargo. Perguntado sobre privatização de aeroportos, disse que isso “é com o BNDES e a Anac”.

Semana que vem, Jobim examina pré-modelo de concessão dos aeroportos à iniciativa privada. Pedra no caminho? O fato de a Infraero, negociadora do processo, não ser a dona da infra-estrutura aeroportuária.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.