Kamikaze

Sonia Racy

09 de dezembro de 2012 | 01h10

O discurso oficial é o de que não se escolhe adversário para ser campeão do mundo. Mas tem jogador corintiano torcendo contra o Sanfrecce Hiroshima. Prefere não enfrentar um time “da casa” na semifinal.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.