Justiça recusa denúncia do MPF contra Delfim Netto

Sonia Racy

07 de julho de 2020 | 00h50

Em sua primeira instância, a Justiça acaba de recusar denúncia do Ministério Publico Federal contra o ex-ministro Delfim Netto. Por meio da Lava Jato, o MPF questionou, em março de 2018, a atuação do ex-ministro e ex-deputado – que exerce há mais de 20 anos a profissão de consultor privado – na estruturação de consórcio igualmente privado, o Consórcio Norte Energia.

Vencedor da licitação para construir a Usina de Belo Monte.

Procurado, Delfim não foi encontrado.

Na lista

A edição 2020 do ranking universitário da QS (Quacquarellli Symonds), do Reino Unido, listou dois MBAs brasileiros entre os melhores cursos para executivos. O International Executive MBA, da FIA, foi considerado o segundo melhor da América Latina, e o Executive MBA, do Insper, ficou em oitavo.

Em primeiro lugar do ranking global, pelo terceiro ano consecutivo, está a Wharton School, da Filadélfia.

De volta

Parado desde o começo do isolamento social, o Conselho de Ética da Assembleia paulista – presidido por Maria Lúcia Amary – retoma os trabalhos hoje. Correm quantos processos por lá? Doze, sendo quatro representações que, em tese, objetivam a cassação de mandato. Mais oito denúncias, que acarretam advertência (verbal ou escrita).

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.